publicidade
publicidade

BOLETIM

Receba nosso boletim regularmente por e-mail.
Cadastre-se clicando aqui

TEMPO

Hortolândia, 16 de setembro de 2014

GUIA DO COMÉRCIO

HABITAÇÃO

Prefeitura licita moradiras para área do antigo Jardim Estrela

24/09/2013

Projeto foi finalizado e obras serão realizadas pela Caixa Econômica Federal

Mais um empreendimento do Minha Casa Minha Vida tem suas obras garantidas para Hortolândia. Nesta semana, a Prefeitura de Hortolândia finalizou a licitação para escolha do projeto habitacional a ser desenvolvido no terreno onde, no passado, existia a ocupação do Jardim Estrela. O empreendimento terá mais de 600 unidades habitacionais, dispostas em apartamentos. Nos próximos dias, a Secretaria de Habitação encaminhará o projeto vencedor da licitação para a Caixa Econômica Federal, que executará a obra.
“É uma expectativa muito positiva que temos deste novo empreendimento. Vamos dar um novo sentido aquela área, que antes era uma ocupação. Garantiremos moradia digna para mais famílias da cidade por meio deste empreendimento”, enfatizou o secretário de Habitação Francisco Raimundo da Silva. O início da obra depende da Caixa, mas a previsão é que a construção das unidades tenha início ainda neste ano.
A quantidade exata de unidades que serão produzidas será definida pela Caixa, desde que atenda o projeto da licitação, que prevê um mínimo de 600 moradias. “O desenvolvimento deste projeto habitacional é resultado de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta). Quando removemos as famílias do Jardim Estrela, nos comprometemos em realizar no terreno a implantação de unidades habitacionais”, explicou Silva.
A demanda de famílias que vão ocupar as novas moradias é definida na seguinte proporção: 50% das unidades serão sorteadas entre as famílias inscritas no cadastro habitacional do município, desde que se enquadrem nos critérios do programa Minha Casa Minha Vida, definidos pelo Ministério das Cidades; e 50% das unidades para famílias de área de risco, indicadas pela Prefeitura, sem necessidade de sorteio. “Vamos priorizar os moradores daquela região, como as pessoas que vivem em áreas de risco do Jardim Boa Esperança e Nova Hortolândia. Também há pessoas que recebem auxílio moradia e que precisam ser atendidas com uma habitação”, enfatizou o secretário.

ESTRELA

A remoção das famílias que viviam no Jardim Estrela ocorreu entre o final de 2010 e o primeiro semestre de 2011, quando a Prefeitura entregou 499 casas populares no Jardim Primavera. A construção das casas teve investimento de R$ 16.371.000,00, recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), com contrapartida de R$ 4.887.000,00 do município. Com a remoção das famílias da área irregular, a Administração Municipal acabou com o maior bolsão de pobreza da cidade e garantiu mais qualidade de vida aestas pessoas que, antes, viviam de maneira precária.

O Portal

A Cidade

Nossos Contatos

Na Rede

  • contato@hortolandia.com
  • imprensa@hortolandia.com
  • Fone: (19) 3819-4452
  • Copyright ® 2014
  • www.hortolandia.com
  • Todos os Direitos Reservados
  • Desenvolvido por