publicidade
publicidade

BOLETIM

Receba nosso boletim regularmente por e-mail.
Cadastre-se clicando aqui

TEMPO

Hortolândia, 30 de outubro de 2014

GUIA DO COMÉRCIO

SISTEMA VIÁRIO

Obras na Ponte Estaiada prosseguem com transposição de ferrovia

21/02/2014

Ponte fica pronta neste semestre, com proposta de trazer mais desenvolvimento à cidade e toda região

A obra de construção da Ponte Estaiada avança. Atualmente, os operários realizam a transposição da linha férrea, avançando ainda mais com a estrutura, que ligará as regiões leste e oeste da cidade.  Quando finalizada, a Ponte fará parte do traçado do Corredor Metropolitano Noroeste, obra de responsabilidade do governo estadual. “Acompanhamos a construção da ponte para garantir a entrega dentro do prazo. Nossa previsão é que, ainda neste semestre, ela seja concluída. Com isso, aguardamos a continuidade das obras do Corredor Metropolitano, que terá seu traçado passando por este trecho, ligando a cidade até a SP-101”, destacou o secretário.

Com a entrega da Ponte Estaiada, a Prefeitura garante fácil acesso entre os bairros da cidade, encurtando os caminhos, melhorando o fluxo de veículos e melhorando a qualidade de vida do cidadão. Além disso, as empresas instaladas em Hortolândia terão um novo trajeto para escoamento de produção, o que atrairá novos investidores e movimentará ainda mais a economia do município.

“Estamos felizes com o andamento dos trabalhos na Ponte Estaiada. Entregaremos à população este sistema viário complexo e eficaz, um grande avanço em mobilidade urbana”, ressaltou Reis. Depois do trabalho de transposição dos trilhos, restará instalar o gradil nas laterais da ponte e as muretas que dividem a pista da passagem de pedestres. A última etapa será a pavimentação da base, que já está finalizada, e a ligação da estrutura com o sistema viário urbano em cada cabeceira, tanto no acesso do Jardim Santa Rita de Cássia, quanto no Jardim Nova América.

A ponte é sustentada por 16 cabos de aço (estais), que conectam a base a um mastro central, que tem 75 metros de altura. A etapa mais demorada da obra, que é a colocação dos estais, foi finalizada em dezembro. Quando finalizada, a ponte terá 700 metros de extensão por 16,9 metros de largura. A estrutura fará a travessia sobre as lagoas de contenção de enchentes, também em construção pela Prefeitura às margens do Ribeirão Jacuba, na região do Jardim Carmem Cristina.

O projeto da Ponte Estaiada é financiado pelo banco venezuelano CAF (Cooperação Andina de Fomento), que emprestou para a Prefeitura US$ 22,1 milhões. A operação financeira tem o aval do Governo Federal, avalista da Administração Municipal. O custo da obra é de R$ 67,9 milhões.

A Ponte Estaiada é uma das obras previstas no Plano Diretor de Sistema Viário, em implantação pela Prefeitura. O projeto completo, elaborado com a participação da comunidade, prevê pontes e viadutos em diversos pontos da cidade, além de avenidas marginais, rotatórias e ciclovias que vão integrar as regiões e facilitar o ir e vir das pessoas pelos próximos 20 anos. A Prefeitura estima investir R$ 46 milhões, em 2014, em obras de mobilidade urbana, num pacote denominado “Pró-Transporte”, que prevê abertura de novas vias, construções de pontes e viadutos e recapeamento de ruas, dando mais conforto aos motoristas.

 

Corredor Metropolitano

O plano de obras do Corredor Metropolitano Noroeste compreende a ligação da Avenida Olívio Franceschini à Ponte Estaiada, por meio de um túnel sob a avenida da Emancipação. Da Ponte Estaiada, o traçado segue pela rua Antônio Costa dos Santos, no Jardim Nova América, até o entroncamento com a Rodovia Jornalista Francisco Aguirre de Proença (SP-101), na altura do Jardim Nossa Senhora de Fátima. Todo o projeto do Corredor Metropolitano Noroeste proporcionará a ligação entre Americana, Santa Barbára d’Oeste, Nova Odessa, Sumaré, Hortolândia e Campinas, facilitando o acesso entre as cidades e diminuindo o tempo de percurso. 

O projeto básico deste traçado foi elaborado pela Prefeitura, que encaminhou a documentação para análise da EMTU (Empresa Metropolitana de Transporte Urbano), responsável por licitar a obra. O Estado informou que já realizou a pré-qualificação para escolha da empresa responsável pela continuidade do Corredor Metropolitano. O próximo passo é homologar a empresa vencedora.

O Portal

A Cidade

Nossos Contatos

Na Rede

  • contato@hortolandia.com
  • imprensa@hortolandia.com
  • Fone: (19) 3819-4452
  • Copyright ® 2014
  • www.hortolandia.com
  • Todos os Direitos Reservados
  • Desenvolvido por